Editorial

Revista Linha Mestra – Ano XI. No. 33 (set.dez.2017). ISSN: 1980-9026

Marcus Novaes
Alik Wunder

“Digo: o real não está nem na saída nem na chegada,
ele se dispõe pra gente é no meio da travessia.
Sertão é isto o senhor sabe: tudo incerto, tudo certo”.
Guimarães Rosa – Grande Sertão Veredas

A Revista Linha Mestra 33 reúne textos do “7˚ Encontro com Imagens e Filosofia – Travessias”, realizado entre 12 e 17 de setembro de 2017 na Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), Minas Gerais. Organizado pelas professoras e pesquisadoras Giovana Scareli, Priscila Correia Fernandes e Fernanda Omelczuk Walter do Grupo de Pesquisa em Educação, Filosofia e Imagem – GEFI (UFSJ), o dossiê reúne percursos singulares de experimentação do pensamento com as linguagens escritas e audiovisuais. As travessias de pesquisa em educação perdem-se e encontram-se na filosofia, na sociologia, na escola, nas ruas, nas imagens do cinema, da fotografia, da literatura… No vasto sertão que é o ato de pensar, cada texto desta coletânea, é um movimento de combate que abre vazios em meio às palavras e imagens já dadas e já sabidas que fazem ver saídas e chegadas pré-existentes. Os riscos, os desvios, as dúvidas, os erros, os desassossegos, os possíveis em aberto do ato de pesquisar estão generosamente expostos nestas diversas cartografias. Como nas palavras das organizadoras, os(as) autores(as) nos fazem “ver, imaginar e criar o percurso, desenvolvendo uma atenção ao caminho, aos gestos, um encantamento, uma emoção, uma atitude de esperança, mesmo agora, onde parece que tudo já está perdido. Não está. Porque não há chegada.” São gestos de resistência aos poderes que desejam restringir horizontes ao controlar e privatizar vidas, universidades, escolas, ruas, relações… As escritas trazem singulares modos de inventar sertões comuns, que se expandem e fortalecem pela amizade e pela arte do encontro. Riobaldo, em “Grande Sertão Veredas” faz lembrar: “Sertão. Sabe o senhor onde o pensamento da gente se forma mais forte do que o poder do lugar”.
Desejamos a todos(as) boas travessias…